Mulher de 60 anos condenada pela morte do marido está foragida

Liduína Martins Cajazeiras matou o marido, o policial aposentado Joaquim Francisco, com golpes de tesoura. O crime aconteceu em 2004. Dez anos depois, ela foi condenada. Ao todo, já se passaram 16 anos desde o assassinato, e a criminosa nunca pagou pelo que fez. Ela está foragida e a família da vítima não entende por que até hoje ela nunca foi capturada.