Mulher Filé é acusada de participar de festas clandestinas durante a pandemia

Há pelo menos dois meses, Yani de Simone, a Mulher Filé, tem participado como DJ em bailes clandestinos na zona leste de São Paulo. As festas são regadas a muito funk e bebida, tudo sem proteção alguma. O ato é contra as leis da cidade de São Paulo, que proibiu qualquer tipo de aglomeração durante a pandemia do coronavírus. Por meio de sua assessoria, a Mulher Filé confirmou que esteve em uma festa no fim de semana e que acabou sendo chamada para subir no palco para tocar.