Balanço Geral Mulher mantém esperança de encontrar filho desaparecido há 50 anos

Mulher mantém esperança de encontrar filho desaparecido há 50 anos

Criança foi levada pelo avô para uma fazenda para ficar algumas horas no local e nunca mais foi vista

Mauro Lúcio Apolinário tinha quatro anos quando desapareceu em uma fazenda no interior de São Paulo, na década de 70. Seus pais trabalhavam como agricultores e colhiam café. Dona Maria Esmeraldina, mãe de Mauro, tinha 20 anos quando a criança desapareceu e ajudava o pai na colheita do café. Um fazendeiro apareceu e fez uma proposta para o pai de Maria, falando para ele levar o menino para sua fazenda. Ele afirmava que daria estudo, roupa e comida para a criança. Um dia, o avô decidiu levar Mauro para a fazenda para ficar algumas horas no local. Quando ele foi buscar o neto, o fazendeiro disse que o menino voltou para casa sozinho. Esse homem e alguns de seus filhos já morreram, mas, Maria Esmeraldina, não perde a esperança de rever Mauro.

Últimas