Mulher morre após cirurgia plástica e família denuncia erro médico em SP

Laudiceia Cristina Reis Galvão, de 33 anos, teve os dois pulmões perfurados e acabou sofrendo uma parada cardiorrespiratória durante uma cirurgia plástica realizada em uma clínica na zona sul de São Paulo. Depois de nove meses internada, ela acabou morrendo. Segundo o marido da vítima, ela teria morrido por erro do médico Danilo Dias Ferreira, indicado à mulher em um grupo de aplicativo de mensagens.