Balanço Geral Mulher que foi mantida refém no metrô de SP fala sobre as horas de pânico

Mulher que foi mantida refém no metrô de SP fala sobre as horas de pânico

A vendedora Marisa Resende, de 28 anos, voltava do trabalho quando foi atacada e feita refém por um homem dentro da estação de metrô Adolfo Pinheiro, na Linha 5-Lilás. Depois de três horas de negociação, a polícia prendeu o sequestrador Diogo Cícero dos Santos, de 33. Segundo o Grupo de Ações Táticas Especiais, ele sofre de esquizofrenia e sofreu um colapso nervoso após deixar de tomar os remédios controlados. Ao Balanço Geral, a vítima falou sobre as horas de pânico em que foi ameaçada com uma faca. Acompanhe na reportagem!

Últimas