Polícia investiga mulher que levou aposentado morto ao banco para fazer prova de vida

Josefa de Souza Mathias, de 58 anos, tentava realizar a prova de vida de um idoso que ela dizia ser seu marido para receber a aposentadoria dele em um banco de Campinas, interior de São Paulo, quando os funcionários da agência descobriram que Laércio Della Colleta, de 92 anos, estava morto na cadeira de rodas conduzida pela suspeita. Em entrevista ao Balanço Geral, a mulher negou que o homem estivesse morto quando o levou ao banco.