Polícia investiga se pessoa próxima pode ter matado líder comunitária por dinheiro

Uma semana depois que a líder comunitária, Dona Vera, foi vista pela última vez, a polícia investiga se ela foi atraída para uma emboscada por uma pessoa muito próxima. A hipótese da motivação do crime seria financeira, já que a vítima movimentava, todo mês, cerca de R$ 700 mil, dinheiro de uma ONG que ela administrava.