Balanço Geral Polícia investiga se psicóloga encontrada morta no porta-malas do carro foi envenenada

Polícia investiga se psicóloga encontrada morta no porta-malas do carro foi envenenada

Ausência de sinais de violência no corpo de Marilda Matias levanta suspeitas de morte por envenenamento ou asfixia

O Balanço Geral traz novas informações sobre o caso da psicóloga encontrada morta dentro do porta-malas do próprio carro, em Pouso Alegre, no sul de Minas Gerais. O corpo de Marilda Matias Ferreira dos Santos, de 37 anos, foi encontrado pelo marido, o médico veterinário Pedro Antônio Sobrinho, 62. Com a ausência de marcas de violência no corpo da psicóloga e de sinais de arrombamento da casa, a perícia colheu materiais genéticos para identificar a causa da morte. A polícia trabalha com as suspeitas de envenenamento ou asfixia. Acompanhe o caso!

Últimas