Balanço Geral Viúva e amante são condenados pelo assassinato de embaixador grego no Brasil

Viúva e amante são condenados pelo assassinato de embaixador grego no Brasil

A brasileira contou com a ajuda do amante, um policial militar, para cometer o crime

Depois de três dias, terminou o julgamento de um caso que teve grande repercussão, inclusive internacional: o assassinato do embaixador grego no Brasil, em 2016. A Justiça concluiu que ele foi morto por ordem da própria esposa, uma brasileira que contou com a ajuda do amante, um policial militar, para cometer o crime. Os dois foram condenados.

Últimas