Câmera Record Câmera Record acompanha cirurgia arriscada de irmãs siamesas

Câmera Record acompanha cirurgia arriscada de irmãs siamesas

Programa vai ao ar neste domingo (28), a partir das 23h15, na Record TV

Programa mostra como vivem irmãs siamesas

Programa mostra como vivem irmãs siamesas

Reprodução/RecordTV

O Câmera Record deste domingo (28) acompanha a operação de risco para separar irmãs siamesas.

"Quando cheguei no berçário onde elas estavam, que eu me deparei com as crianças, como se fosse um corpo único, falei: 'Meu Deus, o que é isso?', e comecei a chorar".

A lembrança forte da tia de Laura e Laís, Lina dos Santos, é o começo de uma luta da família em busca de liberdade para as meninas. Elas são um caso raro na medicina: gêmeas que vieram ao mundo unidas pela região do abdômen.

A cirurgia de separação é delicada porque elas compartilham alguns órgãos. E os exames de imagem não conseguiam mostrar a exata ligação do intestino delas — neste caso, só durante o procedimento os médicos descobrem as informações necessárias para tomar decisões importantes.

A equipe do programa acompanhou toda a preparação para a tão aguarda cirurgia. A operação durou cerca de 17 horas. "Meu coração tá falando que eu vou voltar com elas, cada uma em um braço", dizia Liliane, a mãe das meninas.

O Câmera Record também conheceu Valentina e Eloá, gêmeas siamesas que fazem os primeiros preparativos para encarar a mesma cirurgia de Laura e Laís. A família até mudou de cidade para ficar mais perto de um hospital referência nesse tipo de procedimento. "Eu tive que largar minha vida toda em Guararema (SP) e vir aqui para Goiânia realizar um sonho delas e o nosso também", diz o pai, Fernando de Oliveira.

No podcast da semana, o repórter Marcus Reis conversa com as Gêmeas do Sertão — irmãs siamesas que passaram pela cirurgia de separação e hoje estão com 11 anos de idade.

Você não pode perder! É neste domingo (28), depois do Domingo Espetacular, com apresentação de Luiz Fara Monteiro.

Últimas