Câmera Record Câmera Record exibe imagens raras de Roberto Carlos e celebra aniversário de 80 anos do cantor

Câmera Record exibe imagens raras de Roberto Carlos e celebra aniversário de 80 anos do cantor

O material faz parte do acervo da Record TV e não era exibido há muitos anos na televisão. É neste domingo (18), a partir das 23h15

Divulgação/Record TV

O Câmera Record, que vai ao ar neste domingo (18), resgata imagens do Rei Roberto Carlos. São cenas raras do acervo da Record TV que há anos não são mostradas ao público. O material, cuidadosamente selecionado, faz parte de um programa exclusivamente dedicado ao cantor, que completa 80 anos na segunda-feira (19).

A edição especial resgata grandes momentos do artista, que fez história na emissora em programas que comandou, como o icônico Jovem Guarda. Exibido para todo o Brasil  entre 1965 e 1968, a atração fez Roberto conquistar milhares de fãs pelo país. Nas gravações, surgem ao lado do Rei personalidades históricas da televisão e da música, como os parceiros Wanderléa e Erasmo Carlos, Silvio Santos, Jô Soares, Manoel da Nóbrega e muitos outros.

A atração ainda traz entrevistas exclusivas com quem conviveu com o artista, como o músico Caçulinha e o diretor Nilton Travesso, além do jornalista do R7.com, Flavio Ricco, que fala da importância de Roberto Carlos para a televisão. 

Dentre as imagens, a gravação da festa de aniversário de 25 anos do artista. Era 1966 e Roberto Carlos escrevia seu nome na história da música brasileira com o movimento da Jovem Guarda. Plateia cheia, bolo gigante e a presença de grandes artistas e amigos, como Wanderléa e Erasmo Carlos. O aniversário digno de um Rei hoje parece um sonho distante diante da realidade da pandemia.

Mas, há 55 anos, essa "festa de arromba" aconteceu na frente das câmeras. O programa restaurado e guardado no acervo da Record TV é um dos principais registros históricos que o Câmera Record exibe.

A produção encontrou preservado nos arquivos da emissora o evento de 60 minutos, transmitido ao vivo na época e nunca mais reexibido. "Ele é muito simples. Eu gostava de ficar perto dele. Era só risada, só piada!", conta Caçulinha, que participou da festa e relembrou os detalhes daquele dia em uma entrevista exclusiva ao programa.

O Câmera Record recupera uma entrevista histórica do Rei concedida ao apresentador Silvio Santos, em 1976. Roberto já se mostrava muito maduro diante dos comentários sobre a música dele. "Quando eles são negativos, a gente analisa qual foi a intenção do comentarista, no caso. Quando ele é construtivo, a gente aproveita a crítica", declara Roberto.

O programa também mostra a participação memorável do astro no programa Quem Tem Medo da Verdade?, em 1970. Apresentada por Carlos Manga, a atração realizava uma espécie de julgamento de artistas, de acordo com as atitudes ao longo da carreira. Roberto Carlos não se intimida com pergunta alguma e é defendido por um "advogado" muito especial: Silvio Santos.

O Câmera Record ainda revela a faceta humorística do Rei. O cantor participou de uma inesquecível esquete de humor ao lado de Jô Soares, Manoel da Nóbrega e Pagano Sobrinho. Foi uma adaptação bem especial de Os Três Porquinhos. O papel de Roberto Carlos? Ninguém menos do que o Lobo Mau. "Era uma época bonita, em que a televisão tinha um certo romantismo. Era uma coisa ingênua, um humor inocente, não tinha violência", diz o diretor Nilton Travesso, que trabalhou na emissora na época.

O Câmera Record vai ao ar neste domingo (18), às 23h15. A apresentação é de Luiz Fara Monteiro.

Últimas