Câmera Record Hulk carioca sofre com as consequências do excesso de exercícios e do uso de anabolizantes

Hulk carioca sofre com as consequências do excesso de exercícios e do uso de anabolizantes

Toni Geraldo, de 52 anos, convive com dores intensas e anda com o apoio de muleta

Até de longe, os músculos impressionam. Toni Geraldo, de 52 anos, não deixa dúvidas do porquê de ser chamado de Hulk carioca. Mas o corpo conquistado com excesso de exercícios e uso de anabolizantes cobrou seu preço. Toni tem problemas na coluna que limitam sua mobilidade. Ele precisa de muleta para andar e tem que fazer fisioterapia. Hoje, ele já não conta também com a parceria do amigo Álvaro Pereira, que ficou conhecido como Conan. Os dois treinavam juntos e juntos também usaram até medicamentos de uso veterinário. Álvaro morreu aos 52 anos, vítima de um infarto. Veja todos os detalhes na reportagem.

Últimas