Câmera Record Os marinheiros no comando da longa travessia se tornam desconhecidos em casa

Os marinheiros no comando da longa travessia se tornam desconhecidos em casa

Para um dos contramestres no comando do navio, a distância e o tempo dão “uma sensação de liberdade”

Na cabine de comando do navio, dois contramestres se revezam em turnos de seis horas para garantir que a travessia ocorra a tempo. Além de lidar com a força do rio Solimões, é preciso prestar atenção aos perigos em época de vazante, quando trechos do rio ficam muito rasos e podem danificar a embarcação. Iane e Ottaviano assumem o timão do navio por cerca de 15 dias, restando pouco tempo para passar com seus familiares.

Últimas