Entrevistas “Fazer o que ama é o caminho mais próximo de uma vida feliz”, avisa Roberto Seresteiro

“Fazer o que ama é o caminho mais próximo de uma vida feliz”, avisa Roberto Seresteiro

Jurado do Canta Comigo 3 busca os melhores intérpretes e dá conselhos valiosos para quem sonha com a carreira musical

  • Entrevistas | Juliana Lambert, do site oficial

Roberto Seresteiro é cantor e professor de História da Música Brasileira

Roberto Seresteiro é cantor e professor de História da Música Brasileira

Reprodução/Record TV

“Eu não busco só cantores, mas os melhores intérpretes”, confidencia o cantor e professor de História da Música Brasileira, Roberto Seresteiro. No júri do reality musical Canta Comigo 3, o especialista, que é  representante do gênero Seresta (estilo que dá ênfase à interpretação), revela que a voz é um elemento fundamental, mas é preciso estar sempre acompanhada pela emoção.

Ele destaca o nível altíssimo dos candidatos e conta que nunca tinha se emocionado tanto em uma temporada: “Creio que o diferencial foi a saudade que todos os artistas tinham do palco, devido ao momento em que vivemos. Isso fez com que vivessem intensamente esse momento único. Também deixou os jurados com as emoções afloradas, pois todos estamos passando por momentos difíceis e precisando voltar aos palcos. Então, tivemos muitas histórias conectadas. O repertório dessa temporada também está fabuloso”, comenta Roberto Seresteiro.

Experiente, o cantor fala o que é preciso para se destacar. “Controlar a ansiedade é algo muito importante. A maioria dos candidatos vitoriosos se divertem na apresentação e mostram aos jurados que amam o que fazem! E aí essa verdade aparece para nós e aumentam as chances de sucesso”.

Ele também tem conselhos importantes para quem sonha seguir a carreira musical: “Se é o seu sonho, siga em frente. Fazer o que ama é o caminho mais próximo de uma vida feliz. Então, estude, ouça muita música de artistas de várias épocas e estilos. Busque sua identidade como artista. E comece a cantar sempre, para todo mundo, faça muitos shows, que, em breve, você vai angariar seu público. E procure guardar um dinheirinho para lançar seus singles, seus vídeos, para que seu trabalho seja mais conhecido. Mas sobretudo, viva o que você ama. E leve a sua arte para alegrar a vida das pessoas”, orienta.

Candidatos vitoriosos se divertem na apresentação e mostram aos jurados que amam o que fazem

Roberto Seresteiro

Roberto completa: “Nós, artistas, temos essa missão de levar a música às pessoas, para que elas sejam mais felizes através do nosso trabalho. Se seguir esses conselhos deste velho menestrel, você com certeza terá uma carreira linda na música, e certamente fará a diferença na vida das pessoas”.

Jurado, músico e professor

Além de músico, Roberto também é professor e vê a oportunidade de compartilhar conhecimento como um presente que a vida lhe deu: “É uma profissão complementar à minha atividade como artista. O meu trabalho musical sempre foi intrínseco à pesquisa musical, pois meu repertório é principalmente formado por músicas do século XIX, e do início do século XX. Então, ser Professor de História da Música Brasileira é uma alegria imensa e coincide com o meu trabalho de artista. Pesquiso a vida e obra dos grandes compositores brasileiros para lecionar e para cantar. E concilio tudo de uma forma ótima”, explica.

Roberto ministra aulas durante a semana e nos finais de semana faz apresentações musicais. “Claro que com a pandemia tudo isso ficou incerto, e no momento estou conciliando as aulas online com as apresentações também online. Mas creio que em breve voltaremos ao ritmo normal”, avisa.

Enquanto isso, ele também compartilha conhecimento com quem busca um lugar nas próximas fases da competição musical da Record TV e não economiza nos elogios ao programa que tem Rodrigo Faro no comando:

“O público pode esperar candidatos fortíssimos, interpretações fabulosas, muitas histórias de superação e emoção! E, claro, o painel de jurados sempre surpreendendo. Todos são bem diversificados, cada um com seu estilo musical, com diferentes histórias e formas de viver a música. Tudo isso faz com que haja sempre 100 olhares diferenciados a cada candidato. A gente nunca sabe o que vai acontecer. Mas vamos cantar e nos emocionar muito!”, finaliza.

O Canta Comigo 3 vai ao ar aos domingos, a partir das 18 horas, na tela da Record TV.

Últimas