Entrevistas "Um sonho não envelhece", diz a cantora e atriz Laura Carolinah 

"Um sonho não envelhece", diz a cantora e atriz Laura Carolinah 

Jurada do Canta Comigo destaca a participação de talentos maduros no reality e fala sobre seus critérios na hora de avaliar

  • Entrevistas | Juliana Lambert, do site oficial

Laura Carolinah e formada em teatro e canto

Laura Carolinah e formada em teatro e canto

Reprodução/Instagram

Com formação em canto e teatro, Laura Carolinah é o que podemos chamar de jurada completa e com olhar técnico no reality musical Canta Comigo 3. Mas, ela garante que não precisa que tudo isso esteja alinhado e perfeito para levantar e cantar junto com um candidato.

“Não acredito em uma pessoa pronta, todos têm suas qualidades e seus defeitos, e que quando se está exposto em uma TV para jurados que entendem, você vai ficar mais vulnerável e ter mais possibilidade de erro”, comenta a especialista.

Laura reforça sua postura do outro lado do palco: “Eu não acho que a apresentação tem que ser impecável, mas tem que me emocionar. Já aconteceu de um participante cantar completamente parado e aquilo me fazer chorar. E também teve quem usou o palco todo, cantou muito bem e não levantei porque não me emocionou. Então, antes da técnica, a emoção é o principal. A emoção pode vir de várias formas e não apenas como lágrima. Se me tocar, eu levanto! Aliás, eu canto”, explica.

A jurada que também esteve no júri do Canta Comigo Teen acredita que a grande diferença entre julgar adultos e jovens talentos está no cuidado na hora de avaliar e falar com o candidato:

“Eles [jovens talentos] não estão maduros o suficiente para entender que está tudo bem errar, que está tudo bem não ir para a última fase e que faz parte da vida. Então, não só eu, como todos os jurados, temos um cuidado muito grande para mostrar que a gente leva muitos ‘nãos’. É muito interessante ver aquele nosso amigo, que a gente admira e é um artista consagrado, contar os nãos que levou. Mas, é claro, se tratando de um sonho, a responsabilidade é sempre grande, não importa a idade, porque a gente viu no Canta Comigo 3 um senhor de 80 anos levantar 100 jurados e começar [a carreira musical] depois de 60 anos”, comenta.

Com alma de artista, ela observa que os sonhos não morrem. “Vamos supor que ele não tivesse ido tão bem, como você vai falar para uma pessoa que está recomeçando uma carreira aos 80 anos que ela não deve recomeçar? Um sonho não envelhece”, diz.

A sua história com o Canta Comigo começou bem antes da estreia no formato teen, Laura Carolinah acompanhava o programa em casa e muita gente já havia falado para ela se arriscar no palco. Mas, Laura sempre teve em mente que seria jurada: “Eu já era uma fã do programa e quando fui convidada para ser jurada foi muito emocionante, pois era uma telespectadora real ali”, confidencia.

A especialista acredita que o principal obstáculo para um candidato é lidar com os seus monstros e medos.  “O nervosismo vamos lidar sempre, como atriz de musical faço milhares de testes e o nervoso faz parte. Agora, em um programa de TV, quando falo em lidar com seus monstros, é saber que você vai deixar o seu legado ali para sempre e passar para milhares de pessoas, eu acho que isso é um obstáculo muito grande a vencer”, comenta.

Laura, que é professora de canto, não acredita na palavra talento exatamente, mas na facilidade que algumas pessoas nascem para cantar e encontrar o tom.

“É  uma corrida em que não começa do mesmo ponto, porque se uma pessoa tem facilidade e ela estuda muito, chegará muito rápido. Mas se tem facilidade e senta em cima dessa facilidade, digamos assim, aquele que tem um pouco mais de dificuldade e estudar muito, vai chegar lá na frente primeiro. Então, a carreira musical é dotada de estudo, mas não é só fazer uma aula, pode ser escutar muito algo que você goste, assistir o próprio Canta Comigo e sonhar estar ali, ver como é que aqueles candidatos se comportam. Você vai levar muito mais não do que sim. Vai ser feliz no sim e estudar mais a cada não”.

Você vai levar muito mais não do que sim. Vai ser feliz no sim e estudar mais a cada não

Laura Carolinah

E por falar em trajetória, ela também destaca as histórias de quem está do outro lado do palco: “Separa o lencinho, é um programa muito emocionante e o público pode esperar mais surpresas! Tem histórias inacreditáveis e pessoas que se expuseram, é um programa que além de oferecer entretenimento e trazer muita emoção, também traz debates importantes”, finaliza.

O Canta Comigo 3 vai ao ar aos domingos, a partir das 18 horas, na tela da Record TV.

Últimas