Cidade Alerta RJ Lei criada em 2019 diz que não há prazo mínimo para registro de desaparecidos

Lei criada em 2019 diz que não há prazo mínimo para registro de desaparecidos

Delegada ressaltou a importância de que o registro seja feito o mais rápido possível

Uma lei criada em 2019 poderia facilitar o registro de desaparecidos. De acordo com a delegada Hellen Souto não existe um prazo mínimo para que o boletim seja feito e que nunca existiu. Ela ainda ressaltou a importância de que o registro seja feito o mais rápido possível.

Últimas