Cidade Alerta RJ Polícia conclui que disparo contra Douglas Enzo não foi acidental

Polícia conclui que disparo contra Douglas Enzo não foi acidental

A Polícia Civil concluiu que o tiro disparado contra o menino Douglas Enzo, morto no dia do aniversário em Magé, na Baixada Fluminense, por um ex-soldado do Exército, não foi acidental. O suspeito foi indiciado pelo crime de homicídio doloso, quando há intenção de matar, e porte ilegal de arma.

Últimas