Cidade Alerta RJ Rio: professora chama atendente de "negra, suja e ladra" em bar

Rio: professora chama atendente de "negra, suja e ladra" em bar

Injúria racial foi cometida na Tijuca, zona norte; professora cuspiu em outra funcionária e assumiu ofensas

Uma professora foi presa pelo crime de injúria racial após ofender funcionários de um bar na Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro. Enquanto era detida, Ana Paula de Castro Batalha assumiu as ofensas e impôs sua escolaridade afirmando que tinha "doutorado". A atendente e bibliotecária Rosilene Gomes de Carvalho contou que foi chamada de "negra, suja e ladra". A professora chegou a cuspir em outra funcionária.

Últimas