Witzel questiona afastamento e ataca delação de ex-secretário

O governador Wilson Witzel se pronunciou sobre o afastamento determinado pelo STJ e a operação realizada nesta sexta-feira (28) e diz não ter cometido nenhum ato ilícito e questionou a decisão do supremo. Witzel disse não ver motivos para ser afastado e que as duas operações realizadas  não encontraram nenhuma prova que o incriminasse.