Acompanhe os Casos A morte de Clarinha: padrasto confessa abuso e assassinato de criança de 5 anos

A morte de Clarinha: padrasto confessa abuso e assassinato de criança de 5 anos

Maria Clara Calixto, de 5 anos, foi encontrada morta em um matagal, dentro de uma caixa, perto da casa onde morava com a mãe e o padrasto, em Hortolândia (SP)

Em dezembro de 2020, o Cidade Alerta foi à Hortolândia, no interior de São Paulo, atender ao apelo de Franciéle Kauane do Nascimento para ajudar nas buscas pela pequena Maria Clara Calixto, de cinco anos. Vizinhos e parentes se mobilizaram para encontrar a criança com vida, mas o corpo da garota foi encontrado enrolado em um plástico, dentro de uma caixa, no matagal ao lado da casa onde Maria Clara morava com a mãe e o padrasto, que entrou em contradição e confessou o crime.

Cássio Martins Camilo, de 27 anos, confirmou que abusou sexualmente da enteada antes de matá-la e tentar ocultar o corpo. Populares tentaram impedir que a equipe de reportagem encontrasse Cássio e agrediram o auxiliar da Record TV. Mesmo assim, Cássio foi preso enquanto se preparava para fugir. Sob muita comoção e revolta, que mobilizou um forte aparato de segurança, Maria Clara foi velada pelos familiares e enterrada.

Últimas