Caso Dona Vera: acompanhe as investigações sobre o desaparecimento de líder-comunitária

O carro de Vera Lúcia da Silva, de 46 anos, foi encontrado carbonizado dois dias após líder-comunitária ser vista pela última vez

Vera Lúcia da Silva, de 46 anos, é coordenadora da ONG Auriverde, no Grajaú, zona sul de São Paulo. Foi vista pela última vez na manhã de 16 de julho, quando saiu apressada da sede da comunidade. Dois dias após o desaparecimento, o carro de Dona Vera foi encontrado queimado, com um corpo carbonizado dentro do porta malas. A 700 metros do local, uma câmera de segurança registrou a passagem do carro no dia do desaparecimento, 40 minutos após a saída da líder-comunitária.

Ao menos 20 pessoas, entre familiares e amigos, prestaram depoimento no DHPP. Os filhos de Dona Vera doaram material genético para auxiliar na perícia do corpo encontrado. A polícia acredita que alguém próximo da líder-comunitária está ligado ao desaparecimento e a motivação seria financeira.