Acompanhe os Casos Caso Jonas: jovem tenta defender sogra do ataque do ex-marido e é assassinado

Caso Jonas: jovem tenta defender sogra do ataque do ex-marido e é assassinado

O carro de Raimundo Henrique da Silva foi encontrado duas semanas após o crime, mas o assassino continua foragido

Jonas Oliveira, de 22 anos, foi assassinado pelo ex-padrasto de sua namorada, enquanto o homem tentava atacar sua sogra, em Itaquera, zona leste de São Paulo. O motorista de ônibus Raimundo Henrique da Silva, 50, estava ameaçando a ex-mulher e a ex-enteada após o fim do relacionamento de seis anos e havia se tornado mais agressivo nas últimas semanas. Preocupado, Jonas passou a acompanhar Luana e a sogra sempre que saíam de casa, até Henrique tentar atropelar a jovem um dia. O rapaz decidir conversar com Henrique, que o atacou a golpes de faca e fugiu. Jonas morreu antes da chegada do resgate.

Duas semanas após o crime, seu Valdemir Oliveira, pai da vítima, levou a esposa ao hospital e, ao chegar no estacionamento, se deparou com o carro do assassino abandonado no local. A equipe do Cidade Alerta acompanhou o trabalho da Polícia Civil para encaminhar o carro à perícia. Os investigadores ainda não encontraram a arma usada no crime. Raimundo Henrique ainda não foi localizado e é considerado foragido da Justiça.

Últimas