Acompanhe os Casos Caso Maria Aparecida: câmera flagra namorado deixando apartamento na manhã do crime

Caso Maria Aparecida: câmera flagra namorado deixando apartamento na manhã do crime

Maria Aparecida da Silva, de 40 anos, foi encontrada sem vida e com ferimentos na cabeça pela filha mais nova na casa da família, em Santo André (SP)

A costureira Maria Aparecida da Silva, de 40 anos, foi encontrada sem vida pela filha mais nova, com ferimentos nos dedos e na cabeça, na casa onde morava com os filhos e o companheiro, em Santo André. Câmeras de segurança do condomínio flagraram a saída de Sérgio, o namorado, na manhã do dia 16 de dezembro de 2020, momentos antes do corpo da mulher ser encontrado. O registro levou a Polícia Civil a realizar buscas para encontrar Sérgio, que passou a ser tratado como principal suspeito do crime.

Cida, como era conhecida pelos vizinhos, e o companheiro estavam juntos há cerca de oito anos e se mudaram para o apartamento onde o crime ocorreu há um ano. Como o relacionamento aparentava ser tranquilo e o suspeito não mostrar sinais de ser violento, o filho da costureira, Gabriel, se chocou ao descobrir que o padrasto já tinha passagem pela polícia.

Últimas