Acompanhe os Casos Caso Maria Eduarda: jovem de 15 anos é encontrada, mas mistério sobre sumiço permanece

Caso Maria Eduarda: jovem de 15 anos é encontrada, mas mistério sobre sumiço permanece

Jovem que desapareceu em baile funk clandestino foi localizada e retornou para casa em menos de uma semana

Maria Eduarda, de 15 anos, saiu de casa na noite de 30 de janeiro sem avisar ninguém, depois da avó cair no sono após tomar um chá de camomila preparado pela neta. Segundo testemunhas, a jovem foi vista em um baile funk clandestino em Cidade Tiradentes, zona leste de São Paulo, o mesmo onde uma garota de 19 anos foi executada. Preocupado por não encontrar a filha no dia seguinte, Eduardo da Silva começou a procurar pela garota, que chegou a entrar em contato por meio de um aplicativo de mensagens. Porém, a escrita estranha e a voz da jovem em um áudio levantaram as suspeitas do pai, que acreditou que ela estaria sendo mantida refém em algum cativeiro.

A polícia chegou a receber diversas denúncias de supostos locais onde estariam escondendo a menina e iniciou uma caçada para encontrá-la. Os agentes chegaram a estourar um cativeiro, onde encontraram peças femininas que poderiam ser da jovem, mas Eduardo não reconheceu nenhuma. Em 4 de fevereiro, após a repercussão do caso no Cidade Alerta, Maria Eduarda foi localizada e retornou para a casa da avó. Mesmo com a boa notícia para a família, o mistério sobre seu desaparecimento permanece. Em entrevista, a garota afirmou que não esteve no mesmo baile funk onde afirmaram ter sido vista e disse que estava na casa de uma amiga apenas.

Últimas