Acompanhe os Casos Caso Nicole: dono de boate confessa que tentou se livrar do corpo da jovem e é preso

Caso Nicole: dono de boate confessa que tentou se livrar do corpo da jovem e é preso

Diego Leandro da Silva negou ter visto Nicole no dia do sumiço, mas perícia revelou que tecido usado para enrolar o corpo era da boate

A jovem Nicole Kemmily saiu no dia 29 de dezembro de 2020 para comemorar o aniversário de 18 anos com os amigos em uma boate e acabou assassinada. O corpo da garota foi encontrado queimado, enrolado em um cobertor, em uma vala às margens da Estrada do Montanhão, em São Bernardo do Campo, região do ABC. O Cidade Alerta foi à boate saber detalhes da noite, mas o proprietário, Diego Leandro, de 35 anos, negou que houve festa no local, apesar dos indícios visíveis.

Uma semana após o corpo ser encontrado, a polícia descobriu que o tecido usado para enrolar o corpo de Nicole era da boate de Diego e foi ouvir o home, que confessou o crime. Segundo Diego, a jovem teria sofrido uma overdose por consumo de drogas e, com medo de ser prejudicado, ele decidiu se desfazer do corpo ateando fogo na jovem desacordada.

Últimas