Cidade Alerta "Amiga da onça", afirma avô de adolescente morta em emboscada

"Amiga da onça", afirma avô de adolescente morta em emboscada

A morte de Maria Clara da Silva Lacerda, de 14 anos, foi planejada por sua companheira inseparável; entenda

Jovem de 14 anos morre 
em emboscada de melhor amiga

Jovem de 14 anos morre em emboscada de melhor amiga

Reprodução/RECORD

O Cidade Alerta acompanha o caso de Maria Clara da Silva Lacerda, de 14 anos, morta em emboscada planejada por sua melhor amiga, de 16 anos, em Cosmópolis, no interior de São Paulo.

As duas eram companheiras inseparáveis, mas a amizade traiçoeira terminou em morte e o crime teria sido cometido por ciúme.

De acordo com testemunhas, a adolescente de 16 anos não gostava que o namorado dela, de 29 anos, conversasse com Maria Clara. As duas chegaram a ter um desentendimento e ameaças foram feitas, mas a suspeita disse que deixaria o assunto de lado.

A autora do crime, então, convidou Maria Clara para sair. No entanto, enquanto elas estavam juntas, ela teria sido surpreendida pela melhor amiga, que a levou para um matagal. Percebendo a movimentação, a vítima tentou fugir, mas a suspeita a atacou com uma faca.

A jovem foi encontrada por um trabalhador, que a viu caída, ensanguentada e com um ferimento muito grande na região das costas. Maria perdeu muito sangue, mas ainda pediu por socorro e para ser levada até a mãe.

A vítima foi atendida, mas não resistiu e morreu no local. Após a finalização da ocorrência, a Guarda Municipal de Cosmópolis (SP) localizou e apreendeu a adolescente de 16 anos. Existe a suspeita de que mais pessoas tenham participado da morte de Maria não está descartada.

“Elas andavam juntas, diziam que eram amigas, mas é amiga da onça, porque fazer uma barbaridade dessa com uma menina de 14 anos, eu acho que isso não é amizade”, lamentou Domingos Paulo, avô da vítima. A polícia civil segue investigando o caso.

Assista ao vídeo completo:

O Cidade Alerta vai ao ar de segunda a sexta, às 16h50, e aos sábados, 17h, na tela da RECORD.

Últimas