Cidade Alerta "Destruídas", desabafam irmãs de marceneiro morto após ser atingido com chave de roda

"Destruídas", desabafam irmãs de marceneiro morto após ser atingido com chave de roda

A vítima tentava separar uma confusão entre um amigo e o suspeito que o atacou

Suspeito e vítima não se conheciam e brigaram por um esbarrão

Suspeito e vítima não se conheciam e brigaram por um esbarrão

Reprodução/RECORD

O Cidade Alerta acompanha o caso do marceneiro Rodolfo Souza Alves de Jesus, de 36 anos, morto após tentar separar uma briga em um bar, na região da Freguesia do Ó, zona oeste de São Paulo.

Em um estabelecimento perto de sua casa, Rodolfo queria relaxar depois do serviço, só que cruzou o caminho de alguém que parecia disposto a arrumar confusão a todo custo. A briga teria acontecido por um motivo banal.

O bar estava lotado e, primeiro, o amigo de Rodolfo teria esbarrado na mulher do suspeito de assassinato, identificado como Carlos Henrique de Lima. Em seguida, o próprio Rodolfo teria esbarrado nela. O marido não gostou do que viu, mas ninguém imaginava que o ciúme provocaria a fatalidade.

A vítima e o assassino chegaram a conversar dentro do estabelecimento. Rodolfo imaginou que tinha encerrado o assunto e esclarecido que o esbarrão foi um acidente. Ele já se preparava para seguir a pé até em casa quando foi surpreendido pelas costas. O marceneiro foi atingido com uma chave de roda de carro na cabeça.

Rodolfo estava com a companheira, que não se feriu. O depoimento dela ajudou a polícia a prender, horas depois, Clovis Marques, apontado como cúmplice porque teria segurado a vítima para o comparsa bater. Já Carlos teve a prisão decretada e está foragido.

“Estamos destruídas, sem chão, porque não faz um ano que a nossa mãe morreu”, desabafou as irmãs da vítima, que não quiseram se identificar por medo do suspeito.

Confira na íntegra:

O Cidade Alerta vai ao ar de segunda a sexta, às 16h50, e aos sábados, 17h, na tela da RECORD.

Últimas