Cidade Alerta "Ele é o próximo", avisa suspeito de perseguir amigos da ex-namorada

"Ele é o próximo", avisa suspeito de perseguir amigos da ex-namorada

Homem não aceitou o fim da relação e passou a ameaçar a antiga companheira, seu atual namorado e um casal próximo deles

Casal relata não sair de casa por medo das ameaças do suspeito

Casal relata não sair de casa por medo das ameaças do suspeito

Reprodução/RECORD

O Cidade Alerta traz detalhes do caso do Paulo Lustosa Rodrigues, de 28 anos, acusado de perseguir a ex-namorada e de agredir o atual companheiro dela, em Trindade, Goiás. Ele também passou a ameaçar um casal de amigos da vítima, que relatou estar vivendo dias de terror.

O relacionamento conturbado, marcado por agressões e ameaças feitas pelo homem, terminou há cerca de cinco meses. Porém, Paulo não aceitou o fim do relacionamento e começou a perseguir a vítima. Mas, a situação se intensificou quando a mulher iniciou outro relacionamento.

Segundo o casal de amigos da vítima, o suspeito hackeou o celular da ex-companheira e viu suas mensagens. Ele descobriu o novo relacionamento e sabia que esses colegas conheciam o rapaz. “Ele fala que a gente que terminou o relacionamento dele”, contou.

A mulher estava com o atual namorado em um barzinho quando Paulo chegou. Ele ficou a espreita, até que viu a oportunidade de partir para cima do atual namorado de sua ex, agredindo até o homem até ele cair. Segundo testemunhas, Paulo ainda pegou a carteira da vítima e levou a chave do carro.

O casal de amigos teria levado o rapaz espancado para uma Unidade de Pronto Atendimento. Logo depois que chegaram, o suspeito também foi até a porta da UPA e teria dado "cavalo de pau" com o carro roubado, ameaçando novamente as vítimas.

Em seguida, o homem ateou fogo no carro roubado. Enquanto sua ex-namorada registrava um boletim de ocorrência na Delegacia da Mulher, Paulo enviava áudios com ameaças, que se estendiam aos amigos. “Fala aí para o seu amigo Marcos que ele é o próximo”.

O casal estava apreensivo e pediu que algo fosse feito, antes que seja tarde demais. “Nós queremos que a Justiça seja feita, porque além de tudo, ele cometeu um crime. Não podemos sair para lugar nenhum, porque ele está nos perseguindo”, relataram.

Assista ao vídeo completo:

O Cidade Alerta vai ao ar de segunda a sexta, às 16h50, e aos sábados, 17h, na tela da RECORD.

Últimas