Cidade Alerta Entenda como R$ 20 mil acabaram com 20 anos de amizade

Entenda como R$ 20 mil acabaram com 20 anos de amizade

Para quitar divida financeira, homem mata o amigo em tribunal do crime

  • Cidade Alerta | Do R7

Resumindo a Notícia
  • Renato e Marcelo eram amigos desde a infância;

  • Marcelo seguiu carreira de empresário e Renato foi para o mundo do crime;

  • Renato frequentemente pedia dinheiro emprestado para Marcelo, que sempre ajudava o amigo;

  • Renato matou Marcelo para quitar a dívida, e foi preso.

Um amigo da onça que foi longe demais

Um amigo da onça que foi longe demais

Reprodução/Record TV

O Cidade Alerta traz a história de uma amizade que terminou da pior forma possível. Marcelo e Renato, dois amigos de infância, que se conheciam há cerca de vinte anos. O primeiro, virou empresário e trabalhava para um uma empresa em Itaquaquecetuba (SP). Já o segundo, entrou para o mundo do crime e se filiou a maior facção do Brasil. 

Pouco mais de R$ 20 mil foi suficiente para um assassinar brutalmente o outro. "É toma lá da cá na caminhada", avisou Renato em mensagem de áudio. Marcelo foi visto pela última vez saindo da empresa onde trabalhava, indo ao encontro de "Renatinho", que o devida uma alta quantia em dinheiro. 

No dia seguinte, a família da vítima, sem saber que o pior tinha acontecido, registrou um boletim de desaparecimento. Logo depois, o carro de Marcelo foi encontrado carbonizado em uma área de matagal. 

Semanas depois, em um cumprimento de mandado de busca e apreensão na casa de Renato, foram apreendidas muitas drogas e ele foi preso.

A polícia verificou sua ficha criminal e descobriu que ele era membro de uma das mais poderosas facções de crime organizado do país. Além disso, foi descoberto que Renato exercia a função de decidir quem merecia viver ou morrer, no tribunal do crime.

Foi a partir disso que a ligação de Renato com o desaparecimento de Marcelo passou a ser investigada. 

Empréstimos financeiros eram comuns entre os amigos, até Renato começar a não conseguir realizar os pagamentos combinados com Marcelo. Chegou até mesmo a pedir indicação de agiotas. 

O corpo de Marcelo foi encontrado em estágio avançado de decomposição na mesma região de mata onde Renato também ateou fogo no carro do amigo.

O criminoso foi identificado por câmeras de segurança próximas ao local onde tudo aconteceu. E, conforme o laudo necroscópico, Marcelo foi executado a tiros. 

Para a polícia, Renato nega envolvimento com a morte de Marcelo, utilizando o argumento da amizade. "É uma pessoa extremamente periculosa, e agora foi tirado da sociedade", comemora o delegado Rubens José Ângelo, em relação ao criminoso. 

Confira na íntegra: 

Fique por dentro de casos intrigantes como esse no Cidade Alerta. O programa vai ao ar de segunda a sexta, a partir das 16h45. E aos sábados, a partir das 17h, na tela da Record TV.

Últimas