Cidade Alerta Percival de Souza comenta retorno ao estúdio do Cidade Alerta: "Foi dignificante"

Percival de Souza comenta retorno ao estúdio do Cidade Alerta: "Foi dignificante"

Comentarista volta ao programa após dois anos de isolamento social e compartilha as novidades com o site oficial

  • Cidade Alerta | Yasmin Dias, do site oficial

Percival de Souza ganha cenário exclusivo no estúdio do Cidade Alerta

Percival de Souza ganha cenário exclusivo no estúdio do Cidade Alerta

Foto: Yasmin Dias

Após ficar dois anos longe do estúdio da Record TV, devido ao distanciamento provocado pela pandemia de coronavírus no Brasil e no mundo, o repórter investigativo e comentarista Percival de Souza, retornou ao palco do Cidade Alerta na última semana.

Ao longo deste período, ele fez seu escritório pessoal de estúdio e recebeu a equipe de gravação em sua casa para realizar a transmissão do programa diariamente. Durante toda esta etapa, o comentarista se manteve informado sobre todos os casos policiais de grande relevância.

Mesmo em seu home office, Percival seguiu reportando suas apurações aos telespectadores do programa. Ativo nas investigações e focado em levar as informações em primeira mão para o público de casa, ele explorou a bagagem jornalística que adquiriu ao longo dos anos: “Havendo um caso de maior impacto, que exigia bastidor, complemento de informação ou detalhamento aprimorado, eu recorria às minhas fontes e fazia as consultas. Quando o programa ia ao ar eu já estava preparado.”

Emblemáticos para o Cidade Alerta, os casos Lara e Lucilene contaram com a cobertura jornalística do comentarista: “A narrativa desses casos dependia muito do profissional ter conhecimento das investigações que estavam em andamento. Isso eu consegui obter via polícia, mesmo de casa. Foi possível dar muitas informações em primeira mão por conta disso.”

Agora, de volta ao trabalho presencial na Record TV, o jornalista se deparou com algumas mudanças que iam além da sua nova rotina trabalhando presencialmente. Em setembro de 2020, durante a pandemia de coronavírus, o Cidade Alerta passou por uma reformulação visual, mudando de cenário e de estúdio.

Anteriormente acomodado em um trono no centro do palco, o comentarista optou por aposentá-lo assim que o ex-apresentador do programa e amigo pessoal, Marcelo Rezende, faleceu: “O trono foi uma marca registrada, é uma imagem indissociável entre a gente. Quando cheguei no velório do Marcelo, conversei com o vice-presidente de jornalismo na época e pedi para que retirassem o trono do estúdio. Era muito marcante e me deixava entristecido, não havia mais sentido sem ele”, desabafa.

Neste novo formato, no qual ainda não havia se apresentado, ele pode contar com um conforto similar ao de sua casa: “O retorno foi tranquilo, porque quando cheguei, encontrei um lugar fixo no atual estúdio. Lá tem uma câmera, um monitor e a assistência da equipe direcionadas para mim. Foi mais gostoso, prazeroso e, de certo modo, dignificante. Para mim, a atual posição é mais confortável. O programa tem três horas e meia, é impossível suportar esse tempo todo em pé”, finaliza o apresentador.

O Cidade Alerta vai ao ar de segunda a sexta, às 16h45, e aos sábados, a partir das 17h.

* Estagiária sob supervisão de Juliana Lambert

Últimas