Acusada de matar ex-namorada deixa delegacia em meio aos gritos de “assassina”

Um relacionamento conturbado entre duas mulheres terminou com a morte de Juliana Cristina Cairos, de 33 anos, em Mogi Guaçu, no interior de São Paulo. A suspeita é de que ela tenha sido morta pela ex-namorada Daiane Lima, de 38 anos, com quem se relacionou durante quatro anos. Durante a prisão da acusada, familiares e amigos da vítima se manifestaram aos gritos de “assassina”. Para assistir ao Cidade Alerta na íntegra, acesse o PlayPlus.com