Adriana Villela é condenada a 67 anos de prisão por matar os pais

Foi condenada a 67 anos de prisão a arquiteta Adriana Villela, acusada de ordenar o assassinato dos próprios pais e de uma mulher que trabalhava para a família havia 30 anos. As vítimas são o ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral José Guilherme Villela, a advogada Maria Villela e a doméstica Francisca Nascimento, o crime foi em 2009. Três suspeitos de executar as vítimas já estão presos, mas a arquiteta vai recorrer da sentença em liberdade. Para assistir ao conteúdo na íntegra, acesse o PlayPlus.com