Carro de professora é encontrado queimado e polícia suspeita de vingança do ex-marido

Priscila, de 28 anos, saiu de casa, em São José dos Campos, interior de São Paulo, para ir ao supermercado, mas nunca mais foi vista. O carro usado pela professora foi encontrado foi encontrado no mesmo dia em uma área deserta, na zona sul da capital, totalmente queimado e com um corpo carbonizado no banco de trás. Segundo a família de Priscila, ela estava sendo constantemente perseguida pelo ex-marido, Robson, que nunca aceitou o fim do relacionamento e agora é procurado pela Justiça. A polícia aguarda os resultados dos exames de DNA para confirmar se o corpo encontrado é de Priscila.