Caso Raíssa: família acredita que adolescente teve ajuda para cometer o crime

A mãe e a avó de Raíssa falaram com o Cidade Alerta e disseram não acreditar que o jovem de 12 anos, que confessou ter matado a menina, tenha agido sozinho. O garoto chegou a citar uma pessoa conhecida como "Baianinho", que o teria ameaçado para raptar Raíssa. A polícia investiga a veracidade dessa história e também tenta entender o que faria um garoto de 12 anos cometer um crime tão bárbaro. Para assistir ao conteúdo na íntegra, acesse o PlayPlus.com