Cidade Alerta Coveira do tráfico: mulher é suspeita de comandar enterros de vítimas de facção criminosa

Coveira do tráfico: mulher é suspeita de comandar enterros de vítimas de facção criminosa

Após a prisão de Jagunço, apontado como líder da facção criminosa na zona leste da capital, o foco dos investigadores se voltou para o casal Bonnie e Karatê

A Polícia Civil, por meio de investigações, voltou nesta quinta-feira (4) a um terreno supostamente usado como cemitério clandestino pelo crime organizado. O local foi localizado após a prisão de Wilson Ramos Ferreira, de 29 anos, conhecido como Jagunço, um dos integrantes mais procurados de uma organização criminosa. Segundo as investigações, ele era o responsável por comandar os tribunais do crime na zona leste da capital paulista. Agora, o foco dos investigadores se voltou para um casal: Bonnie e Karatê. Chamada de dama da morte, a mulher é apontada como chefe da organização dos enterros dos corpos das vítimas de Jagunço. Acompanhe!

Últimas