Cidade Alerta Estudante de medicina mata marido, alega legítima defesa e é liberada

Estudante de medicina mata marido, alega legítima defesa e é liberada

Delegado do caso concedeu perdão do crime; exames periciais indicaram ferimentos no braço e marcas de esganadura na vítima

Gabriela Medeiros, de 19 anos, matou o marido a facadas. Em depoimento, ela disse à polícia que atacou José Maurício, de 22 anos, para se defender das constantes agressões sofridas. Gabriela prestou depoimento e foi liberada. Exames periciais indicam que ela tinha ferimentos nos braços e marcas de esganadura no pescoço. Delegada do caso, Madeleine Farias, concedeu legítima defesa à vítima.

Últimas