Estudante morre baleada durante confusão em baile funk clandestino

Gabrielli, de 19 anos, foi se divertir com os amigos em uma festa que, segundo os moradores de Rio Claro, no interior de São Paulo, era um baile funk clandestino. A chegada da Guarda Municipal, acionada por vizinhos incomodados com o barulho, iniciou uma confusão e a estudante de enfermagem acabou morta após ser atingida por um tiro que partiu de um Guarda Civil. Além de Gabrielli, uma pessoa de 29 anos também foi atingida por um disparo do mesmo guarda, de 51 anos, que foi preso neste domingo (2).