Cidade Alerta Ex-mulher de Tom Veiga se defende de acusações: "é um absurdo o que estão falando"

Ex-mulher de Tom Veiga se defende de acusações: "é um absurdo o que estão falando"

Ao lado do advogado, Cybelle Hermínio disse ainda que nunca houve data de divórcio marcada e que queriam tirá-la do testamento

Um vídeo compartilhado hoje nas redes sociais, Cybelle Hermínio, ao lado do advogado, disse que brigou com Tom Veiga como qualquer casal briga e afirma que nunca houve data de divórcio. Ela chama ainda de "absurdo" a divulgação das fotos de hematomas e reforça que nunca foi registrado boletim de ocorrência referente a essa agressão. Os quatro filhos do ator tentam tirar Cybelle do testamento porque a consideram "herdeira indigna". Tom ficou casado por cerca de 8 meses com ela. No processo, os advogados dizem que Cybelle impôs uma condição para se casar: ela exigiu um testamento em que ele dividiria os bens dele com ela. Eles se casaram em dezembro de 2019 e se separaram em setembro do ano passado. Tom Veiga morreu em novembro de 2020. Ele foi encontrado morto em casa e a causa da morte divulgada foi AVC. No processo, há a transcrição de um áudio do Tom dizendo que queria tirar cybelle do testamento. No processo também consta que Tom, com muito medo da Cybelle, mandou espalhar câmeras de vigilância pela casa e ainda proibiu a entrada dela no condomínio. 

Últimas