Cidade Alerta Família de Gabrielly pede para acusado de matar jovem ir a júri popular no DF

Família de Gabrielly pede para acusado de matar jovem ir a júri popular no DF

Leonardo tentou enganar a polícia dizendo que a ex-namorada foi vítima de uma roleta-russa

A família de Gabrielly, jovem de 18 anos assassinada pelo ex-namorado, em janeiro de 2020, está incomodada com a demora da Justiça para julgar o assassino, que está preso. Os parentes pedem para Leonardo Pereira, de 31 anos, ir a júri popular, no Distrito Federal. O acusado, que não aceitava o fim do relacionamento, atraiu Gabrielly para uma festa e, depois que todos foram embora, matou a jovem com um tiro. Ele ainda tentou enganar a polícia dizendo que Gabrielly foi vítima de uma brincadeira de roleta-russa, mas o laudo da perícia prova que ele estava mentindo.

Últimas