Cidade Alerta Filho agride a mãe até a morte e finge desespero aos parentes no dia seguinte

Filho agride a mãe até a morte e finge desespero aos parentes no dia seguinte

Imagens de câmera de segurança ajudaram a polícia a desvendar a morte de Márcia Lanzane, assassinada em dezembro do ano passado

A Justiça de São Paulo decretou a prisão preventiva de Bruno Eustáquio Vieira por matar a própria mãe, Márcia Lanzane, de 44 anos, na casa onde moravam, no litoral paulista. A polícia encontrou as imagens de uma câmera de segurança que registrou a ação do rapaz. Após agredir a mãe até a morte, Bruno tentou fingir que nada tinha acontecido. Assistiu televisão normalmente e foi na academia na manhã seguinte. Somente quando voltou é que ligou para os parentes fingindo estar desesperado por ter encontrado a mãe morta em casa.

Últimas