Cidade Alerta Jovem confessa assassinato de paciente japonesa na propriedade de João de Deus

Jovem confessa assassinato de paciente japonesa na propriedade de João de Deus

O Instituo de Identificação confirmou que o corpo encontrado em uma cachoeira em Abadiânia (GO) é mesmo da paciente japonesa Hitomi Akamtsu, de 43 anos, desaparecida há uma semana. Há dois anos, a mulher trata um câncer na Casa Dom Inácio de Loyola, propriedade onde o médium João de Deus, preso por abusar de pacientes, realizada os atendimentos. De acordo com a polícia, o rapaz de 18 anos, flagrado por câmeras de segurança com uma peça de roupa que pode ser da vítima, confessou o crime. Ele teria assaltado a mulher e, para evitar ser denunciado, tirou a vida de Hitomi.

Últimas