Cidade Alerta Jovem que matou pai em condomínio de Valinhos diz à polícia que agiu em legítima defesa

Jovem que matou pai em condomínio de Valinhos diz à polícia que agiu em legítima defesa

Adolescente disse que homem era violento 

O adolescente de 15 anos que matou o pai ao defender a mãe vai responder em liberdade. A polícia entendeu que o garoto atirou para se proteger. Horas antes, o empresário do ramo de som automotivo Fabricio César Oliveira, havia chegado em casa em um condomínio de luxo em Valinhos, no interior de São Paulo, apontou a arma para a mulher e o filho e depois mandou o garoto ficar sem roupa porque disse que o agrediria tanto que "se não morresse, ficaria aleijado". O adolescente efetuou um disparo e Fabricio correu para o carro.

Últimas