Justiça expede mandado de prisão contra suspeito de matar jovem boliviana em SP

Seis dias depois do assassinato da cabeleireira Kimberly, de 23 anos, na região do Brás, em São Paulo, o principal suspeito já é considerado foragido da polícia. O mandado de prisão preventiva saiu nesta quarta-feira (19). O rapaz, também boliviano, era um amigo de Kimberly, mas, segundo testemunhas, tentava namorar com ela, o que a jovem não aceitava. Para assistir ao Cidade Alerta na íntegra, acesse PlayPlus.com