Cidade Alerta Maior facção paulista tinha planos de matar ex-presidente do Paraguai

Maior facção paulista tinha planos de matar ex-presidente do Paraguai

A polícia descobriu que o motivo seria uma briga antiga, já que em 2016, Horácio Cartes foi quem determinou a transferência de um integrante da facção

A Polícia Civil descobriu que um narcotraficante brasileiro estaria envolvido em plano de morte do ex-presidente do Paraguai. Jarvis Gimenes Pavão é integrante da maior facção criminosa do Brasil e estaria planejando um atentado contra Horacio Cartes, ex-mandatário paraguaio. O motivo seria uma briga antiga, já que em 2016, Cartes foi quem determinou a transferência de Pavão após descoberta de um plano de fuga. Horácio também é empresário e fundador da maior produtora de cigarros do Paraguai.

Últimas