Cidade Alerta Médico é sequestrado e agredido após paciente tentar furar fila para teste de covid-19

Médico é sequestrado e agredido após paciente tentar furar fila para teste de covid-19

Os criminosos quebraram as duas mãos do médico, dizendo que ele nunca mais iria assinar receitas aos pacientes

Um médico foi sequestrado e torturado por criminosos após discutir com uma paciente na Unidade Básica de Saúde onde trabalha, na zona leste de São Paulo. Uma mulher levou o filho ao local, mas não queria esperar sua vez na fila para realizar o teste da covid-19 e foi pedir para o médico passar o filho na frente, o que ele recusou fazer. Inconformada, a mulher começou a discutir com o profissional e fez uma série de ameaças. Dois dias depois, o médico foi abordado por criminosos, que o levaram a uma comunidade na mesma região. Ele teve as duas mãos quebradas e foi ameaçado de morte diversas vezes até ser libertado. A vítima agora está internada em um hospital e aguarda para fazer uma cirurgia.

Últimas