Mulher morre após ter corpo queimado e família questiona o namorado

Uma mulher de 31 anos morreu após ficar dez dias internada com queimaduras por todo corpo. Sislene era mãe de 7 filhos e morava junto com eles e a mãe na zona Leste de São Paulo. O companheiro da mulher, José Carlos, diz que ela tirou a própria vida, ateando fogo em si mesma, e cobra uma investigação. Os dois tinham um relacionamento de mais de dois anos considerado conturbado e o óbito é, por enquanto, registrado como "morte suspeita".