Cidade Alerta Polícia descobre corpos enterrados em casa de serial killer no interior de SP

Polícia descobre corpos enterrados em casa de serial killer no interior de SP

Aelson confessou os crimes e ainda deu detalhes de como matava as vítimas

Aelson, de 42 anos, mais conhecido como "Balu", confessou ter assassinado e enterrado três pessoas no quintal de casa. A polícia recebeu denúncias, quem visitava a "casa do terror" não voltava mais. Ariane, de 26 anos, estava desaparecida desde o dia 13 de fevereiro quando saiu de casa para ver um amigo. Rita, de 45 anos, foi assassinada e enterrada no quintal de Balu depois de uma briga. Luis, de 24 anos, conhecido como "Tato", foi até a casa do serial killer para buscar informações sobre Rita e também foi assassinado. Segundo as investigações, todas as vítimas tiveram algum tipo de desentendimento com o pintor. Em depoimento, o serial killer deu detalhes de como matava as vítimas e depois as enterrava. A polícia de São Carlos, interior da capital paulista, acredita que o serial tenha feito outras vítimas.

Últimas