Cidade Alerta Polícia investiga se paciente morta na casa de João de Deus foi vítima de abuso sexual

Polícia investiga se paciente morta na casa de João de Deus foi vítima de abuso sexual

Um exame de impressão digital confirmou que o corpo encontrado em uma cachoeira na propriedade do médium João de Deus é de Hitomi Akamatsu, de 43 anos. Agora, a polícia quer saber se a mulher foi vítima de abuso sexual. Membros da embaixada japonesa trabalham para fazer a liberação e o traslado do corpo até o Japão.

Últimas