Cidade Alerta Russomanno vai até a fábrica que produz o cuscuz onde foram encontrados corpos estranhos

Russomanno vai até a fábrica que produz o cuscuz onde foram encontrados corpos estranhos

Nos pacotes de farinha de milho usados no preparo, clientes encontraram corpos estranhos, um deles parecia até uma carcaça de rato

A denúncia partiu das consumidoras Laudicéia e Sulamita. Parentes das duas passaram mal após comerem cuscuz feito em casa. Nos pacotes de farinha de milho usados no preparo, elas encontraram corpos estranhos, um deles parecia até uma carcaça de rato, o que gerou a suspeita de contaminação. Agora, a Patrulha do Consumidor e a Vigilância Sanitária estiveram na cidade de Rio Verde, em Goiás, e visitaram a fábrica que produz o cuscuz Xodó. Celso Russomanno pretendia dar oportunidade para a empresa mostrar aos clientes transparência no controle de qualidade dos produtos, mas não foi o que aconteceu.

Últimas