Cidade Alerta Segurança que espancou João Alberto até a morte diz que 'só queria imobilizar a vítima'

Segurança que espancou João Alberto até a morte diz que 'só queria imobilizar a vítima'

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul continua as investigações do caso João Alberto, o cliente negro espancado até a morte por seguranças de um supermercado de Porto Alegre. O policial militar temporário Giovane Gaspar da Silva, envolvido nas agressões, prestou depoimento e disse que sua intenção era apenas imobilizar a vítima. A polícia ainda investiga se o crime foi motivado por racismo.

Últimas